segunda-feira, 30 de junho de 2008

Exercício de cidadania

Coletivo Jovem de Meio Ambiente na construção do Programa de Educação Ambiental de SC


Motivados pela esperança e acreditando na Educação Ambiental (EA), os delegados e a sociedade reuniram-se no último dia 26 de junho para o Encontro Estadual de EA, em Itajaí.
Objetivando a construção do Programa de Educação Ambiental do Estado (ProEEA), Comissão Interinstitucional de EA de SC promoveu durante os meses de maio e junho, os Encontros Regionais nas cidades de Blumenau, Criciuma, Florianópolis, Joinville, Joaçaba, Lages e São Miguel do Oeste, promovendo espaços democráticos e participativos.

Baseados na Política Estadual de Educação Ambiental, 7 eixos foram discutidos. Entre eles estão: Formação de pessoas para EA; Desenvolvimento de estudos, pesquisas e experimentações; Produção e divulgação de material educativo; Acompanhamento e avaliação continuada; Disponibilização permanente de informações e Fontes de financiamento.

O Coletivo Jovem de Meio Ambiente da Grande Fpolis/SC esteve presente, contribuindo com a inserção da Educomunicação nas ações estratégicas do Eixo 5 - Disponibilização permanente de informações. A proposta foi aprovada com alguma dificuldade pois os presentes ainda não conheciam o conceito, o que demonstra a importância da participação do CJ nestes processos, disseminando conceitos e práticas em EA. Abaixo a proposta na íntegra:

" Incentivo à inserção da Educomunicação nas práticas educacionais no ensino formal e não formal, como estratégia de fortalecimento da EducaçãoAmbiental."

Após este processo, A CIEA/SC irá, juntamente com alguns delegados, sistematizar as propostas que ainda passarão pelo Departamento Jurídico. O documento será, então, encaminhado ao Secretário de Desenvolvimento Sustentável, Onofre Agostini, que tomará as providências.

Além desta participação, o CJ aproveitou a oportunidade para aumentar a articulação e atuação junto a jovens, integrantes das Com-vidas e do Fórum da Agenda 21 de Itajaí, fortalecendo assim a Rede da Juventude pelo Meio Ambiente e Sustentabilidade.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Coletivo Jovem de Meio Ambiente de SC: participação nas políticas públicas de Educação Ambiental no Estado


Dia 26 de junho é dia de atuação política para o Coletivo Jovem da
Grande Fpolis/SC.

Representando a juventude socioambientalista e a Sala Verde UFSC, Juliana G. Santos e Clóvis K. dos Santos estarão presentes na etapa Estadual da Consulta Pública do Programa de Educação Ambiental do Estado, o ProEEA/SC, que acontecerá durante todo o dia, na Univali (Itajaí).

Durante os meses de maio e junho, através dos Encontros Regionais, a sociedade pôde participar da construção deste importante instrumento de regulamentação da Educação Ambiental em Santa Catarina.

O CJ da Grande Fpolis, como é comumente chamado, esteve presente na etapa regional, contribuindo com questões relativas à inserção da Educomunicação, entre outras de interesse das juventudes.

Segundo Ismar de Oliveira Soares, da ECA/USP (Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo), "educomunicação" é um campo de convergência não só da comunicação e da educação, mas de todas as áreas das ciências humanas. É definido por um conjunto de ações que visam integrar às práticas educativas a análise crítica dos meios de comunicação, buscando rever seus conceitos tradicionais; promover o acesso democrático dos cidadãos à produção e difusão da informação; o entendimento e aprimoramento das práticas comunicativas dos espaços (na escola e na comunidade) e da capacidade de expressão, facilitando, assim, o processo de ensino-aprendizagem.

O Coletivo Jovem acredita muito nesta prática e incentiva as escolas a apostarem nesta experiência.
Com o apoio da Sala Verde UFSC, o CJ tem realizado projetos que se propõem a dar subsídios ao empoderamento das juventudes, na prática da educomunicação, formando cidadãos críticos e ativos na construção de sociedades sustentáveis.

Logo após a realização do evento, socializaremos neste espaço, as discussões mais relevantes e importantes desta Consulta Pública, que é pioneira no país.

Para maiores informações acesse o site http://www.sds.sc.gov.br/, no link da CIEA/SC (Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental de Santa Catarina).

Toda quarta é dia de Ecofeira



Na Ecofeira solidária de hoje, a farmacêutica Ana Magalhães dividiu seus conhecimentos sobre plantas bioativas na barraca da Sala Verde.
A oficina teve participação de 20 pessoas que puderam conhecer 14 tipos de plantas não só vendo e ouvindo explicações sobre elas, mas também tocando e sentindo o aroma e o gosto.
Cada participante anotou em seu roteiro de estudos os usos populares e as propriedades científicas de cada planta.

Notícias:

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Plantas bioativas na Ecofeira

Nesta quarta, 25 de junho, a Sala Verde vai à feira com a farmacêutica do projeto Farmácia Viva e colaboradora do Horto Medicinal do Hospital Universitário, Ana Magalhães. Ela vai realizar uma oficina de reconhecimento e uso de plantas bioativas na barraca da Sala Verde, na Praça da Reitoria, às 10:30h da manhã.

A oficina é gratuita e aberta a todos os interessados. Serão estudados 14 tipos de plantas. Se chover, a oficina ficará restrita a 15 participantes e será na própria Sala Verde, no mesmo horário.

Plantas bioativas são aquelas capazes de gerar substâncias que alteram ou interferem no organismo de pessoas, animais ou outros vegetais. São chamadas popularmente de plantas medicinais, os famosos chás e temperos verdes.

Notícias:
Estudo revela sinais de intoxicação causada por milho transgênico da Monsanto
Chile: centenas protestam contra caça às baleias
ONG quer que comissão defenda baleias, não baleeiros

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Sala Verde UFSC no encontro da Rede Ecovida de Agroecologia

Na última quarta feira, dia 18, membros da Sala Verde UFSC e do Grupo Água Corrente, de São Bonifacio estiveram no VI Encontro do Núcleo Litoral Catarinense da Rede Ecovida.

O Encontro foi do dia 17 ao dia 19, no local onde funciona o Projeto Ambiental Gaia Village, em Garopaba/SC. A troca de experiências entre os agricultores, agricultoras e familiares, integrantes do Núcleo, foi um dos objetivos do evento.

Para Clarice Trindade, Neldo Wazlawick e Dwan Salomão, da Sala Verde UFSC, a participação no evento na tarde foi importante para acrescentar novos saberes e ampliar a integração com outras Redes. Para a representante do Grupo Água Corrente, Marcia Melcher, o encontro propiciou novas parcerias.

Sala Verde UFSC contra a dengue

No início do ano a mídia divulgou constantemente os problemas gerados pela Dengue, que foi esquecida após algumas semanas.
Diante disso, a Sala Verde UFSC se mobilizou para produzir um vídeo educativo sobre o Aedes aegypti e a Dengue, lembrando a todos que o problema continua e não podemos relaxar.

Veja o vídeo abaixo:

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Toda quarta é dia de Ecofeira

Nas atividades da Ecofeira de hoje, a Sala Verde UFSC esteve presente disseminando informações sobre alimentação saudável. Um grupo de estudantes de Jornalismo da UFSC esteve na feira pela manhã para fazer uma matéria no local.

O monitor da Sala Verde, Alexandre Schröder, foi entrevistado pelos estudantes e falou sobre a diferença dos produtos convencionais para os agroecológicos. Em breve coloco o link para a entrevista aqui no blog.

O ex-governador e professor da UFSC, Esperidião Amin, também passou pela feira de manhã.
A Sala Verde foi convidada pelos ecofeirantes para uma reunião na próxima quarta às 13 horas.

Os tópicos relacionados no painel de hoje foram:

- coleta seletiva na UFSC
- embalagens retornáveis e sacolas de pano para as compras
- reciclagem
- espaços públicos destinados para o cultivo de hortas e jardins
- revolução contra os copos descartáveis do RU!!!
- como transformar o mundo sem transformar as pessoas?

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Projeto Água de beber 2008

O Projeto Água de Beber no retorno das suas atividades do primeiro semestre de 2008 lançou a proposta de construção de uma maquete geográfica para Com-Vida do colégio Lauro Muller, localizado no Centro de Florianópolis.

Os adolescentes de 5ª série a 8ª série estão confeccionando uma maquete do Maciço do Morro da Cruz com auxílio dos monitores do projeto e da Sala Verde UFSC, com previsão de término em 31 de junho de 2008.

Esta maquete tem por finalidade ser um material didático, circular por outras escolas do maciço e feiras que tenham ênfase nas questões ambientais.

Toda quarta é dia de feira

A Sala Verde UFSC participa da feira agroecológica na praça da reitoria, na UFSC, toda quarta-feira das 9h às 15h. O objetivo é disseminar informações e interagir com os feirantes trocando experiências.

Hoje, os monitores da Sala Verde, a coordenadora Clarice e o colaborador Neldo, montaram pela primeira vez a barraca da Sala Verde na Ecofeira da UFSC.

Conversamos com várias pessoas interessadas. A bióloga Lívia doou mudas de Bromélias e ensinou aos monitores como cuidar das plantinhas. Os visitantes que quiseram aprender a cuidar das plantinhas podiam levá-las para casa.
Também temos um painel onde as pessoas podem deixar sugestões sobre os assuntos que gostariam de ver na feira.

Na quarta passada, os tópicos para discussão escritos no painel foram:
- Consumo de copos plásticos no Restaurante Universitário
- Qualidade de salgados fritos nas lanchonetes da UFSC
- Opção vegetariana no R.U.
- Redes de Ongs em Florianópolis e captação de recursos para projetos locais
- Reaproveitamento de rejeitos alimentares
- Reutilização da água nos mictórios da UFSC
- Mais opções de alimentos vegetarianos no R.U.
- Criação de um grupo de voluntários que tenham interesse de trabalhar com ações participativas - entre UFSC e Florianópolis
- Medidas para se utilizar as planatas do campus para cura e manutenção do equilíbrio biológico
- Encaminhar as sugestões para a reitoria

A equipe da Sala Verde agradece a participação e reitera: não é preciso esperar que outros façam o que queremos, vamos nós mesmos trabalhar pelo que consideramos justo.







Veja mais fotos da Ecofeira

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Dia mundial do meio ambiente: plantio de árvores

O Parque Ecológico do Mirante Sul recebeu novas árvores nativas, plantadas no sábado, dia sete de junho em comemoração ao dia mundial do meio ambiente. O evento, organizado pelo Conselho Comunitário Jardim Cidade Universitária – Conjandim - começou às 15 horas no alto da rua das Cerejeiras. As árvores foram plantadas com a participação da Sala Verde UFSC e o apoio da Floram.

Também participaram crianças das escolas próximas, a comunidade do bairro Carvoeira e políticos.

Os organizadores distribuíram sementes entre os participantes. Eles destacam que o objetivo do evento é unir a comunidade e divulgar o projeto de criação do parque que tramita junto aos órgãos municipais desde 2006. O lugar é uma área de proteção permanente e só agora está recebendo mais atenção.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Sala Verde no Dia Mundial do Meio Ambiente

A Sala Verde UFSC montou sua tenda na comemoração do dia mundial do meio ambiente, 5 de junho. O evento chamado Abraço no parque, o parque é nosso, reuniu grupos que trabalham com meio ambiente, autoridades e imprensa no Horto Florestal do Córrego Grande. Os monitores da Sala Verde se revezaram expondo trabalhos em educação ambiental, fazendo oficina de confecção de cadernos com papéis reaproveitados e convidando as crianças a fazerem arte livre com guache e papel sobre cuidar da vida.

Também estavam lá a Ecosul, o Instituto Carijós, Projeto Tamar Parque Municipal Lagoa do Peri, e a Floram – Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis.

Os grupos presentes no evento realizaram várias atividades.
A Ecosul fez mostra de vídeos educativos e fixou orquídeas nas árvores do parque com ajuda dos monitores da Sala Verde UFSC. O Instituto Carijós levou amostras de água do mangue e o projeto Tamar mostrou réplicas de tartarugas em tamanho real. A maior tinha dois metros e setecentos quilos. O Parque Lagoa do Peri distribuiu mudas. A Floram realizou oficina de reciclagem de papéis com crianças de várias escolas e montou uma casa com garrafas pet. Neyciclagem, coordenador do Museu do lixo, também estava presente interagindo com suas músicas e teatro sobre reciclagem.
No ponto alto do evento, os participantes abraçaram a praça central do parque.




Projeto Água de Beber no dia mundial do meio ambiente

O Projeto Água de Beber, iniciado no ano passado em 9 escolas públicas da ilha de Santa Catarina, também esteve presente prestigiando o evento.

A COM-Vida (Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida) “Amigos do Meio Ambiente” do Colégio Simão José Hess foi juntamente comigo (Regiane) ao Parque no período da tarde conferir e participar do Dia do Meio Ambiente, onde tivemos um agradável e proveitoso dia.




Com-Vida do colégio Simão Hess